Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Libras
Mapa do Site

Paraguaçu Paulista, segunda-feira, 26 de setembro de 2022 Telefone (18) 3361-9100

Atendimento Atendimento: Atendimento ao público, de segunda-feira a sexta-feira, das 8 horas às 11 horas e das 13 horas às 16h30. 

Domi
25/09
Predomínio de Sol
Máx 35 °C
Min 14 °C
Índice UV
11.0
Segu
26/09
Chuvas Isoladas
Máx 29 °C
Min 19 °C
Índice UV
11.0
Terç
27/09
Chuvas Isoladas
Máx 30 °C
Min 20 °C
Índice UV
11.0
Quar
28/09
Chuva
Máx 26 °C
Min 18 °C
Índice UV
11.0

Vigilância em Saúde - Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2021

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Dengue avança em Paraguaçu Paulista

Agentes de endemias estão trabalhando intensamente para tentar conter transmissão


Dengue avança em Paraguaçu Paulista

No início desta semana os números de casos positivos e suspeitos na cidade tiveram um aumento significativo e preocupa a Saúde Municipal. De outubro até hoje são 100 pessoas notificadas, desses 19 são positivos e os demais aguardam resultado. A preocupação é devido ao grande número de infestações de pernilongo e resultados positivos. As chuvas e o calor, favorecem a proliferação do mosquito Aedes aegypti, para tentar combater os agentes de endemias estão trabalhando intensamente para tentar conter a transmissão, mas todo trabalho é pouco se a população não estiver junto nessa batalha, como explica o coordenador da equipe de Agentes de Endemias, Josué Campos Sena.

 

“Os agentes estão visitando as residências, fazendo a nebulização nos locais onde os casos são positivos, mas precisamos da ajuda da população. O quintal das residências são os maiores responsáveis pelos criadouros do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Precisamos conter a alta infestação de pernilongo, o morador precisa eliminar os criadouros. Os agentes encontram muitos focos em locais que poderiam ser descartados no lixo do dia a dia. São tampinhas de garrafas, aquele copinho descartável que foi esquecido atrás da casa, o pratinho de planta que não está furado, enfim são detalhes que fazem a diferença no combate a esse mosquito”, disse.

 

Outro ponto destacado por Josué, é sobre a importância de permitir a visita do agente em sua residência. “Durante as visitas os agentes passam orientações importantes aos moradores de como eliminar os focos e criadouros, eles tem um olhar voltado ao combate, conseguem ver detalhes que para o morador no dia a dia não parece ser um risco”, finalizou.

 

Com a proximidade das festividades de final de ano, o cuidado e o combate não podem diminuir. Os olhares devem estar sempre atentos para possíveis locais de possíveis criadouros. A população deve estar sempre atenta ainda com os sintomas da doença, febre alta, manchas vermelhas pelo corpo, dor de cabeça, nas articulações e no fundo dos olhos, vômito e diarreia. A qualquer um desses sintomas, a orientação é procurar uma Unidade de Saúde.

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

Nenhuma unidade fiscal cadastrada no momento!

Versão do sistema: 2.0.0 - 23/09/2022

Portal atualizado em: 23/09/2022 15:19:33

Prefeitura Municipal da Estância Turística de Paraguaçu Paulista - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.