Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Saúde - Terça-feira, 29 de Janeiro de 2019

Aumentam os casos de dengue e a Prefeitura intensifica luta contra o Aedes


Aumentam os casos de dengue e a Prefeitura intensifica luta contra o Aedes

Prefeita Almira Garms decreta Arrastão Contra a Dengue 

 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura - William Asaph Yanraphel

(Foto: Depto. Comunicação) 

 

O vírus mais agressivo da dengue, sorotipo 2, passou a circular com mais frequência na região, o que fez a Prefeita Almira Garms, por meio do Departamento de Saúde, intensificar desde o dia 25 de janeiro de 2018 a campanha de conscientização sobre a exposição ao mosquito Aedes Aegypti e decretar Arrastão Contra a Dengue. A mobilização deve acontecer até o mês de março.

As equipes de combate à dengue estão com três frentes de trabalho: na Área Central, Vila Nova e Barra Funda e, se organizam entre varreduras de nebulização; eliminação e controle de criadouros e busca ativa de pessoas com sintomas das doenças.

No entanto, devido a grande proporção de notificações de suspeita de contaminação, que já passam de 50 no município em bairros como Barra Funda, Fercon, Murilo Macedo, Jardim das Oliveiras, Vila Ataíde e Vila Marim, os agentes de saúde alertam para que toda a população se organize e observe se há presença de focos de dengue nas residências.  

Para o Supervisor de Equipe, Josué Campos Sena, é importante que cada um gaste menos de 10 minutos por semana para observar possíveis criadouros de dengue. "Se cada pessoa cuidar do seu quintal conseguimos diminuir muito as possibilidades de infecção”, explica.

É o que avalia a Diretora do Departamento de Saúde, Cristiane Bomfim: “essa deve ser uma preocupação de todos: donas de casa, comerciantes, trabalhadores, estudantes para que a gente tenha a atitude de prevenir os criadouros dentro de cada casa”.

 

Sorotipo 2

De acordo com o Ministério da Saúde, os quatro sorotipos da dengue (1,2,3 e 4) estão circulando pelo país sendo que o sorotipo 2 tem sido diagnosticado com mais frequência e está geralmente associado a casos graves de dengue como a hemorrágica.

Vale lembrar que se você apresentar dores no corpo: músculos, atrás dos olhos, no abdômen, ossos ou sentir febre, fadiga, mal-estar, perda de apetite, manchas avermelhadas ou náuseas deve recorrer imediatamente a uma unidade de saúde.  

 

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...

TELEFONES PÚBLICOS

Prefeitura Municipal
  • Tel: (18) 3361-9100
Assistência Social
  • Tel: (18) 3361-6770
Departamento Municipal de Saúde
  • Tel: (18) 3361-9910

Ver todos os telefones...